:Vendido como "gestor", Doria foi o pior prefeito de São Paulo em 18 anos

Pesquisas mostram que tucano terminou o primeiro ano de governo como o mais rejeitado entre os últimos quatro prefeitos

Vendido como "gestor", Doria foi o pior prefeito de São Paulo em 18 anos - Cornélio Digital - O Portal de Cornélio Procópio e Região
Vendido como "gestor", Doria foi o pior prefeito de São Paulo em 18 anos

João Doria (foto) abandonou prefeitura de São Paulo para concorrer a governador / Rovena Rosa/Agência Brasil

O ex-prefeito de São Paulo conquistou parte do eleitorado com a promessa de ser um “gestor”. Eleito, prometeu cumprir os quatro anos de mandato e afirmava não ter qualquer interesse em seguir na carreira pública. Mas o candidato de Geraldo Alckmin – que agora representa um risco ao PSDB – absorveu rápido os piores vícios da política.

Empossado sob bons índices, Doria terminou seu primeiro ano de governo como o pior prefeito dos últimos 20 anos. Uma pesquisa Ibope/Rede Nossa São Paulo mostrou que 41% dos eleitores consideravam a gestão Doria ruim ou péssima, o pior entre os três últimos mandatos (Kassab e Haddad).

Dois dias depois de sair da prefeitura, em dezembro deste ano, sua rejeição disparou a 47% em pesquisa do Datafolha.

Já a série histórica do Datafolha mostra ainda que Dória terminou o primeiro ano de governo como o mais rejeitado dos que comandaram a prefeitura desde os anos 90, perdendo apenas para Celso Pitta e Paulo Maluf, cujos governos foram marcados por escândalos e corrupção.

O antecessor Fernando Haddad também teve desempenho fraco, embora os catalisadores de sua má performance estejam mais atrelados a questões nacionais - os protestos de 2013, o impeachment de Dilma Rousseff e o desgaste do PT em meio à Lava Jato.

Mas Doria não desagrada só não só ao ter abandonado o cargo para arriscar-se em busca de mais poder. 77% do eleitorado paulistano acredita ele fez pela cidade menos do que o esperado. Não à toa: das promessas feitas por Doria na campanha, menos de 20% foram cumpridas até a saída dele. E as que ficaram à cargo do vice-prefeito pouco avançaram desde então.

Confira algumas delas:

Promessa: Mais Unidades Básicas de Saúde e atendimento ambulatorial

Realidade: Corte de investimentos e obras paradas

Uma Unidade Básica de Saúde (UBS), no Grajaú, extremo leste da capital.

A unidade prometida para se entregue em março desde ano, mas está parada há mais de 9 meses. os moradores sem resposta. Prometia atender 30 mil pessoas com custo zero aos cofres públicos. Mas os patrocinadores deixaram para trás. E o povo ficou sem resposta.

Animado com o movimento que a obra traria, o empresário Davi Miranda abriu um restaurante em frente ao local, mas teve que fechá-lo. “Eu não só investi, eu acreditei nessa obra e fui enganado.”

Em março, a gestão Doria também tentou fechar 108 AMAs (Assistência Médica Ambulatorial), sob o pretexto de transferi-las para UBSs, mas voltou atrás. As farmácias do SUS dentro da Unidades Básicas de Saúde também quase acabaram.

Promessa: Criação de três novos centros culturais

Realidade: Nenhum novo centro cultural

Durante a campanha, Doria prometeu erguer novos museus em São Paulo: o Museu da história da cidade de São Paulo, o Centro da Memória da Dramaturgia Brasileira e o Centro Cultural Afro. Mas nenhum dos projetos saiu do papel.

Promessa: Zerar o déficit das filas em creches

Realidade: Filas e ração humana na merenda escolar

Em sua campanha, Doria prometia acabar com a fila de espera de 65,5 mil vagas para creches da capital. Mas saiu da prefeitura entregando só 20% dessa meta.

Ele também propôs incluir uma farinha obtida a partir de alimentos quase vencidos e que seriam descartados na merenda escolar de alunos da rede municipal, contrariando especialistas em nutrição e uma lei aprovada por Fernando Haddad que incluía alimentos orgânicos nessas refeições. Após uma avalanche de críticas, Doria abriu mão do projeto.

Além disso, o tucano usou imagens da Rússia e dos EUA para ilustrar a propaganda eleitoral que falava das creches.

Promessa: Zerar filas e baixar o tempo de espera com o Corujão da Saúde

Realidade: O tempo de espera não caiu

O Tribunal de Contas Municipal atestou que a programa não cumpriu a promessa de diminuir as filas de espera. O ex-prefeito fixara 30 dias para exames urgentes e 60 dias para os demais, mas o prazo médio foi de mais de 3 meses. E ainda assim, Doria promete levar o programa para o estado.

Promessa: Inaugurar mais Centro de Cidadania LGBT

Realidade: Abandono, suspeitas de corrupção e nenhuma unidade inaugurada

Os quatro centros que existem hoje em São Paulo foram inaugurados ou ampliados na gestão Haddad. Desde a posse de Doria, esses locais passaram a sofrer com falta de estrutura, funcionários fantasmas e até vandalismo.

Bruno Covas também é criticado pela população LGBTI+ por manter no cargo o coordenador Ivan Santos Batista, acusado de articular uma rede de corrupção nesses centros. 

Promessa: Aterramento de fios e eliminação de 3 mil postes

Realidade: Pouco avanço e corrupção

Quando lançou a primeira etapa do  Cidade Linda Redes Aéreas, o tucano prometeu enterrar 52 km de fios em 117 ruas. O projeto mudou de nome e a promessa ficou por isso mesmo. Até agosto deste ano, porém só haviam sido alteradas 13 ruas da cidade – um total de 4,2 quilômetros.

A iluminação pública, aliás, ficou em segundo plano na gestão. Secretário acusado de. Por evidências de corrupção, foi uma Parceria Público-Privada que substituiria meio milhão de pontos na cidade foi suspensa. E Doria se tornou réu.


Aqui

Visualizações 33
Fonte: G1
Por: Redao
Data: 11/10/2018 16h45min


« anterior [1]  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89  90  91  92  93  94  95  96  97  98  99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120  121  122  123  124  125  126  127  128  129  130  131  132  133  134  135  136  137  138  139  140  141  142  143  144  145  146  147  148  149  150  151  152  153  154  155  156  157  158  159  160  161  162  163  164  165  166  167  168  169  170  171  172  173  174  175  176  177  178  179  180  181  182  183  184  185  186  187  188  189  190  191  192  193  194  195  196  197  198  199  200  201  202  203 próximo »


Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014